Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Percepção da doença e automedicação em pacientes com escabiose

Disease perception and self medication in patients with scabies


FABIANA THAIS KOVACS1, MARIA DE FÁTIMA DE MEDEIROS BRITO2

1Dermatologista, Mestranda em Medicina Tropical da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE - Recife (PE), Brasil.
2Mestre em Medicina Tropical, Dermatologista e Doutoranda da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE - Recife (PE), Brasil.

Recebido em 27.12.2005. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 16.06.2006. Trabalho realizado na Universidade Federal de Pernambuco - UFPE - Recife (PE), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum Como citar este artigo: Kovacs FT, Brito MFM. Percepção da doença e automedicação em pacientes com escabiose. An Bras Dermatol. 2006;81(4):335-40.

Correspondência:
Fabiana Thais Kovacs Av. Eng. Domingos Ferreira 636 sl. 509 51011-050 – Recife – PE - Brazil Tels.: +55 (81) 3465-0615 / 3425-9296 "E-mail":fabianatk@hotmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS - A situação de alta prevalência da escabiose, associada ao baixo grau de autodiagnóstico e à estigmatização dos parasitados, contribui para a automedicação. OBJETIVOS - Verificar a percepção dos pacientes com escabiose em relação à doença, às possibilidades diagnósticas consideradas, à automedicação realizada e os sentimentos diante do conhecimento do diagnóstico. MÉTODOS - Em estudo prospectivo de série de casos, foram entrevistados 65 pacientes com diagnóstico clínico de escabiose atendidos no ambulatório de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife, Brasil. RESULTADOS - Apenas 47,7% deles acreditavam que seus sintomas fossem devidos à escabiose, e 86% achavam que esses poderiam ser devidos a outras enfermidades, como infecções, picada de insetos e alergia a contactantes. Como automedicação, observada em 55,4% dos pacientes, os produtos mais utilizados foram os sabões e as plantas. O diagnóstico da escabiose levou a sentimentos negativos em 56,7% dos casos. CONCLUSÕES - O estudo evidenciou ser baixo o grau de suspeição de escabiose entre os infestados. A automedicação foi utilizada em mais da metade dos pacientes, geralmente com produtos inadequados para o tratamento da parasitose. É freqüente o diagnóstico da escabiose levar a sentimentos negativos, indicando a importância da atenção integral ao paciente.

Palavras-chave: AUTOMEDICAÇÃO, EMOÇÕES, ESCABIOSE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações