Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 60 Número 1




Voltar ao sumário

 

Farmacologia clínica

Ketoconazole – Tratamento da paracoccidioidomicose no período de dois anos

Ketoconazole - In the treatment of paracoccidioidomycosis during a two-year period


NEUZA LIMA DILLON1, MARTHA CASSONI HABERMANN2, SILVIO ALENCAR MARQUES3, JOEL CARLOS LASTÓRIA4, HAMILTON OMETTO STOLF4, NILSON CARVALHO DA SILVA5, SILVIA REGINA C. SARTORI BARRAVIERA5, JOSÉ MORCELI6

1Professora Titular da Disciplina de Dermatologia do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias, Dermatologia e Radiologia - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP.
2Professora Assistente Doutora da Disciplina de Dermatologia
3Professor Assistente da Disciplina de Dermatologia
4Professor Auxiliar de Ensino da Disciplina de Dermatologia
5Residente de 2º ano da Disciplina de Dermatologia
6Professor Auxiliar de Ensino da Disciplina de Radiologia

Correspondência:
Neusa Lima Dillon Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias, Dermatologia e Radiológia Faculdade de Medicina de Botucatu 18600 - Botucatu - SP

 

Resumo

Nove pacientes de paracoccidioidomicose foram tratads com ketoconazole. A dose de ataque foi de 400mg/dia por um mês e a de manutenção 200mg por 23 meses. Ao final do tratamento, seis pacientes (66,6%) apresentavam-se sem atividade clínica, radiológica e sorológica e três pacientes (33,3%) apenas atividade sorológica. Não foram evidenciados efeitos colaterais subjetivos ou objetivos e laboratorialmente houve elevações discretas e transitórias de colesterol, triglicérides e transaminases. Concluiu-se que o ketoconazole é de ótima tolerância e eficaz no tratamento da paracoccidioidomicose. Contudo, estudos com maior número de pacientes e prolongados follow-up permitirão melhor estabelecer a real eficácia do ketoconazole no tratamento da paracoccidioidomicose.

Palavras-chave: KETOCONAZOLE, PARACOCCIDIOIDOMICOSE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações