Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 74 Número 6




Voltar ao sumário

 

Artigo de revisão

Síndrome dos anticorpos antifosfolípides (SAAFLS): anticoagulante lúpico (AL) e/ou anticorpo anticardiolipina (ACL)

Antiphospholipid syndrome (APS): lupus anticoagulant (LA) and/or anticardiolipin antibodies (ACLA)


MARIA JOSÉ NOGUEIRA DIÓGENES1, JOSÉ IBIAPINA SIQUEIRA NETO2, CARLOS DA COSTA RIBEIRO NETO3, ROSÂNGELA RIBEIRO A. HOLANDA4

1Professora de Dermatologia, Departamento de Medicina. Universidade Federal do Ceará. Doutora em dermatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal do Ceará.
2Professor de Neurologia, Departamento de Medicina Clínica. Universidade Federal do Ceará. Doutor em dermatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo.
3Médico Assistente, Serviço de Hematologia, Hospital Universitário Walter Cantídio, Universidade Federal do Ceará
4Médica Assistente,Serviço de Hematologia, Hospital de Hematologia, Hospital Universitário Walter Cantídio, Universidade Federal do Ceará.

Recebido em 26.6.98. Aprovadopelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 25.8.99. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia, Hospital Universitário Walter CAntídio, Universidade Federal do Ceará.

Correspondência:
Maria José Nogueira Diógenes Rua Monsenhor Bruno, 630/502 Fortaleza CE 60115-190

 

Resumo

A síndrome dos anticorpos antifosolípides (SaAFLs) caracteriza-se pela combinação dos achados sorológicos, presença do anticoagulante lúpico (AL) e/ou anticorpo anticardiolipina (aCL), e ocorrência clínica de trombose e/ou abortos recorrentes, associados ou não à trombocitopenia e outras manifestações relacionadas aos fenômenos tromboembólicos em outros órgãos e sistemas. Essa é sua forma primária, e a secundária é aquela que acontece nos indivíduos portadores de lupo eritematoso sistêmico ou outra doença auto-imune, neoplásica ou infecciosa. Lesões dermatológicas podem estar presentes em 70% dos portadores da SaAFLs, motivo pelo qual é importante o conhecimento mais amplo dessa nova entidade clínica, pelos dermatologistas ou mesmo por outros especialistas que devem estar atentos para seus achados dermatológicos. Os autores revisam aqui as alterações cutâneas, sistêmicas e laboratoriais importantes para diagnóstico, além de outros relevantes, particularmente conduta terapêutica, como prevenção de tromboses e/ou abortos.

Palavras-chave: ANTICORPOS ANTIFOSFOLÍPIDES, ANTICOAGULANTE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações