Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 74 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Características clínico-histopatológicas do estados reacionais na Hanseníase em pacientes submetidos à poliquimioterapia (PQT)

Clinical and histopathological characteristics of reactional states in leprosy patients submitted to multi-drug therapy


JOSÉ AUGUSTO DA COSTA NERY1, CLAUDIA C. GRACIA2, SÍLVIA H. O. WANZELLER3, ANNA MARIA SALES4, MARIA EUGENIA NOVISKI GALLO5, LEILA M. M. VIEIRA6

1Pesquisador adjunto Laboratório de Hanseníase.
2Médica Bolsista PAPS Laboratório de Hanseníase.
3Médica Bolsista CNPq Laboratório de Hanseníase.
4Médica Dermatologista Laboratório de Hanseníase.
5Pesquisadora Titular Laboratório de Hanseníase
6Prof. Adjunto da Disciplina de Patologia Geral, Faculdade de Ciências Médicas UERJ. Pesquisador Visitante FIOCRUZ-FAPERJ

Recebido em 01.4.98. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 16.12.98. *Trabalho realizado no Instituto Oswaldo Cruz, FIOCRUZ-RJ.

Correspondência:
José Augusto da Costa Nery Av. Brasil, 4365 Rio de Janeiro RJ 21045-900

 

Resumo

O objetivo deste foi analisar os aspectos clínicos e histopatológicos dos estados reacionais em 169 pacientes multibacilares submetidos à poliquimioterapia. Em adição foram avaliadas a freqüência e a distribuição desses episódios reacionais. Os casos foram classificados, com base nos dados clínicos e histopatológicos, em eritema nodoso hansênico - ENH (51%, reação reversa - RR (42%) e neurite isolada (7%). Verificou-se que os episódios reacionais são complicação freqüente (59%) e ocorrem em qualquer momento no curso da doença. Observou-se que 77% dos pacientes que desenvolveram ENH e 43% dos pacientes com RR apresentaram manifestações sistêmicas. A RR predominou entre os pacientes portadores da forma borderline-borderline (74%), enquanto o ENH predominou naqueles diagnosticados pela forma lepromatosa-lepromatosa (86%). O ENH foi significativamente mais recorrente do que a RR, que predominou no primeiro ano de PQT, enquanto ENH no segundo ano.

Palavras-chave: HANSENÍASE., ERITEMA MULTIFORMA, ERITEMA NODOSO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações