Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 80 Número 3




Voltar ao sumário

 

Comunicação

A terminologia relativa à hanseníase

Terminology related to hansen''''s disease


PAULA ARAUJO OPROMOLLA1, ANTONIO CARLOS CERIBELLI MARTELLI2

1Bióloga. Mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP. Doutoranda em Epidemiologia, Faculdade de Saúde Pública - Universidade de São Paulo - USP. Assistente Técnica de Saúde I.
2Médico dermatologista. Chefe de Seção Técnica de Saúde - Seção de Dermatologia.

Recebido em 21.11.2003. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 08.12.2004. Trabalho realizado no Instituto Lauro de Souza Lima - Bauru (SP) - Brasil.

Correspondência:
Paula Araujo Opromolla Instituto Lauro de Souza Lima Caixa Postal 3021 17034-971 Bauru SP Tel.: (14) 3103-5852 Fax: (14) 3103-5914 "E-mail":assistencia@ilsl.br

 

Resumo

A padronização internacional de doenças é um processo complexo que necessita de uma equipe especializada. Esta comunicação visa a esclarecer e sugerir correções de um provável equívoco na tradução, para o português da CID-10, do código A30, no qual os termos "borderline" e "dimorfo" são utilizados como subcategorias distintas e não como sinônimos, assim como substituir a designação "lepromatosa" por "virchoviana" pois, no Brasil, o vocábulo "lepra" foi abolido dos textos oficiais, por uma lei federal em 1995.

Palavras-chave: CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS, HANSENÍASE, TERMINOLOGIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações