Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 73 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Atrofia maculosa hereditária

Hereditary macular atrophy


LUCIA MARTINS DINIZ1, JOÃO BASILIO DE SOUZA FILHO2

1Professora Auxiliar. Disciplina de Dermatologia.
2Professor Titular. Disciplina de Dermatologia.

_Recebido em 5.01.98._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 1.10.98._ *Trabalho realizado na Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória Espírito Santo - EMESCAM.*

Correspondência:
Lucia Martins Diniz Rua Carlos Martins, 634 Vitória ES 29090-060

 

Resumo

Atrofia maculosa hereditária é uma entidade descrita por Zamith e Cardoso em 1968, caracterizando-se como manchas hipocrômicas e acrômicas, atróficas, brilhantes, de 0,5 a 1,5 cm de diâmetro e distribuindo-se no tronco e membros superiores, poupando mucosas e anexos. Sua histopatologia mostra dermoepidermite crônica. É muitas vezes confundida com pitiríase versicolor, ocasionando tratamentos desnecessários. Os autores relatam o caso de uma paciente com essa dermatose e que refere ter três irmãos com o mesmo quadro cutâneo.

Palavras-chave: ATROFIA, GENÉTICA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações