Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 61 Número 3




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Teste de Kveim em doentes de hanseníase

KVEIM TEST IN HANSENIASIS


NELSON GUIMARÃES PROENÇA1, DILTOR VLADIMIR A. OPROMOLLA2, HELENA MÜLLER2, RAUL NEGRÃO FLEURY2, TERESA A. E. KLIEMANN3

1Santa Casa de São Paulo
2Hospital Lauro de Souza Lima
3Instituto de Saúde de São Paulo

Correspondência:
Nelson Proença Rua Prof. Arthur Ramos 241 - 9º andar - Grupo 94 01454 - São Paulo - SP

 

Resumo

O comportamento do teste de Kveim em pacientes com hanseníase não é questão totalmente-elucidada Em relação à hansenfase owiana, há concordância quanto a sua negatividade, sendo eznal que ocorram resultados positivos. Já em relação à hansetuberculóide, vários autores apontam para a freqüente positividade do teste de Kveim, enquanto que outros o consideram habitualmente negativo. No presente trabalho, praticamos o teste de Kveim em 29 pacientes com hanseníase. O resultado foi positivo em nenhum dos 20 pacientes com hanseníase tuberculóide (35%) e em nenhum dos nove doentes com hansenfase virchowiana.

Palavras-chave: TESTE DE KWEIM, HANSENÍASE TUBERCULÓIDE, HANSENÍASE VIRCHOWIANA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações