Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

13

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

13

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 73 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Interação de metoxipsoraleno com melanócitos humanos normais da epiderme em cultura

Interaction of [³H]8-methoxypsoralen with cultured normal human epidermal melanocytes *


LIDIA ANDREU GUILLO1, HUGO PEQUENO MONTEIRO2

1Professora Titular do Departamento de Ciências Fisiológicas. Universidade Federal de Goiás
2Doutor em Bioquímica; Chefe do Laboratório de Bioquímica da Superintendência de Pesquisa da Fundação Pró-Sangue/Hemocentro de São Paulo

_Recebido em 06.01.98._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 26.3.98._ *Trabalho realizado no Laboratório de Bioquímica, Fundação Pró-Sangue/Hemocentro de São Paulo.

Correspondência:
Lidia Andreu Guillo Universidade Federal de Goiás Departamento de Ciências Fisiológicas - ICB II CP 131 Goiânia GO 74001-970 Tel: (062) 821-1113 Fax: (062) 205-1113 "E-mail:"guillo@icb1.ufg.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS - O tratamento normalmente usado para o vitiligo envolve a condição de 8-metoxipsoraleno (8-MOP) e radiação ultravioleta A, conhecido como PUVA-terapia. Embora a estimulação da proliferação e diferenciação de melanócitos possa explicar a eficiência da PUVA-terapia no tratamento do vitiligo, até a presente data, não se demonstrou nenhuma interação direta composto com melanócitos humanos normais em cultura. OBJETIVOS - Estudar a interação de [³H]8-metoxipsoraleno com melanócitos humanos normais em cultura obtidos de indivíduos de cor branca e negra. MÉTODOS - Melanócitos humanos normais isolados de prepúcios de crianças e mantidos em meio MCDB-153 na ausência de soro, éster de forbol (PMA) e toxina da cólera, foram incubados com [³H]8-metoxipsoraleno para a determinação da ligação específica a essas células. RESULTADOS - Melanócitos isolados de ambos os tipos de pele, mostraram ligação com 8-MOP, embora um maior porcentagem de ligação tenha sido observada em melanócitos isolados de pessoas de cor negra. CONCLUSÕES - A capacidade proliferativa de melanócitos humanos normais varia de acordo com a cor racial. É número de receptores de psoralenos entre melanócitos isolados de pele clara e escura.

Palavras-chave: FOTOQUIMIOTERAPIA, MELANÓCITOS, PSORALENOS, VITILIGO

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações