Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 73 Número 3




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Psoríase e pseudo-hipoparatireoidismo

Psoriasis and pseudohypoparathyroidism


MIRIAN LANE DE O. RODRIGUES1, CACILDA DA SILVA SOUZA2, ANA MARIA FERREIRA ROSELINO3, NORMA TIRABOSCHI FOSS4

1Professora Assistente
2Professora Doutora
3Professora Doutora, Chefe do serviço de Dermatologia
4MD, PhD - Professora Associada - Divisão de Dermatologia do Depto. de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP, SP

_Recebido em 13.11.97._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 02.03.98._ *Trabalho realizado na Divisão de Dermatologia, Departamento de Clínica Médica, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.*

Correspondência:
Mírian Lane de Oliveira Rodrigues Divisão de Dermatologia Departamento de Clínica Médica Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto -USP Av. Bandeirantes, 3900 Ribeirão Preto SP 14049-900 Tel/Fax:(016)633-0236

 

Resumo

Relato de caso clínico de paciente do sexo masculino, de 24 anos de idade, com psoríase pustulosa havia dois meses. Apresentava antecedentes de crises convulsivas e retardo do desenvolvimemo neuropsicomotor. Ao exame físico o sinal de Trousseau foi positivo, e a dosagem de cálcio no soro estava acentuadamente diminuída. O diagnóstico foi de psoríase pustulosa generalizada associada a pseudo-hipoparatireoidismo. Inicialmente o paciente foi tratado com etretinato, sem controle do quadro; porém, com detecção da hipocalemia e a reposição do cálcio, houve melhora acentuada das lesões cutâneas. A remissão completa foi obtida com correção da hipocalemia. Esses resultados indicam que a hipocalemia estava diretamente relacionada com a manutenção das lesões de psoríase e, talvez, com o desencadeamento da doença. Além desses aspectos, há que ressaltar a raridade da associação entre psoríase pustulosa generalizada e pseudo-hipoparatiroidismo.

Palavras-chave: HIPOCALCEMIA, HIPOPARATIREOIDISMO, PSORÍASE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações