Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 73 Número 1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Condiloma de Buschke-Lowenstein em paciente com incontinência pigmentar

Buschke-Lowenstein Condyloma in patient with incontinentia pigmenti


DÉBORA TERESA DA SILVA ORMOND1, SHIRLEY BRAGA LIMA GAMONAL2, ALOÍSIO GAMONAL2, MARIA TERESA FEITAL CARVALHO3

1Médica Pós-Graduanda em Dermatologia.
2Professor de Dermatologia.
3Chefe do Serviço.

_Recebido em 04.7.97._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 10.10.97._ *Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora - HU- UFJF.*

Correspondência:
Débora Teresa da Silva Ormond Av.General Mello,496/2º andar Cuiabá MT 78015-400

 

Resumo

Relato de caso de incontinência pigmentar associado a condiloma de Buschke-Lowenstein. A síndrome de Bloch-Sulzberger, como também é denominada, é genodermatose autossômica dominante, ligada ao cromossoma X,e se caracteriza por alterações pigmentares, do tegumento e anormalidades de outros sistemas. Na literatura consultada não há relatos das duas entidades associadas.

Palavras-chave: CONDILOMA DE BUSCHKE-LOWENSTEIN, INCONTINÊNCIA PIGMENTAR

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações