Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 72 Número 1




Voltar ao sumário

 

Artigo de revisão

A cura da hanseníase x magnitude das recidivas


MARIA LEIDE WAND DEL REY DE OLIVEIRA1

1Professora Assistente; Doutora em Dermatologia

Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 12.7.96. *Trabalho realizado no Serviço de Pós-Graduação em Dermatologia - UFRJ.

Correspondência:
Maria Adelaide W. de Oliveira Rua Honório de Barros, 25/104 Rio de Janeiro RJ 22250-120

 

Resumo

A cura das formas multibacilares (MB) da hanseníase, com 24 doses do esquema de poliquimioterapia (rifampicina/clofazimina/DDS) é ainda questão controversa e atual. Estudos retrospectivos demonstram resposta favorável aos diversos esquemas de tratamentos utilizados, em todas as formas clínicas da hanseníase, não apenas no espécro tuberculóide, mas alcançando os dimorfos e virchowianos. Ao que parece, aqueles de maior risco de recidiva sido os casos bacilíferos polares, de longa evolução e maior carga bacilar. A monoterapia com qualquer medicamento disponível favorece a recidiva. As recentes publicações relacionadas à poliquimioterapia em MB apresentam taxas que variam de 0,23 a 3,3/100 pacientes/ano de observação. Sabendo-se que a eficácia da poliquimioterapia é pouco comprometida com taxas de até 10% de recidivas, devido à persistência ou resistência bacilares, urge que todos os esforços sejam dirigidos à intervenção nos fatores operacionais para aumentar a adesão ao tratamento e diagnóstico precoce.

Palavras-chave: RECURRENCE., HANSENÍASE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações