Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 72 Número 1




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Eficácia e segurança do cefprozil e cefaclor nas infecções cutâneas leves e moderadas


BENJAMIN GOLCMAN1, RONALDO GOLCMAN2, MARJORY DE ASSIS GONZALEZ3, SANDRA RENATA TUMA3, SÉRGIO SCHALKA3

1Médico Supervisor
2Médico Pesquisador
3Médico Residente

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 10.12.96._ *Trabalho realizado na Cirurgia Plástica Dermatológica, Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas - FMUSP.*

Correspondência:
Benjamim Golcman Rua Pará, 65 Cj. 61/62 São Paulo SP 01243-020 Tel: (011) 257-6444 Fax: (011) 256-8401

 

Resumo

A eficácia e a segurança de cefprozil, uma nova cefalosporina oral, comparada ao cefaclor foi avaliada neste estudo aberto e randomizado. Foram estudados 40 pacientes (20 para cada grupo de drogas), adultos e crianças com infecções bacterianas de pele e estruturas cutâneas, selecionados no ambulatório de Dermatologia do Hospital da Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. O grupo ''''cefprozil'''' recebeu 500mg ou 200mg/kg em dose única diária; o grupo ''''cefaclor'''' recebeu 750mg ou 20mg/kg divididas em três tomadas diárias, durante dez dias. A resposta clínica foi satisfatória para todos os patógenos que terminaram o estudo (20 do grupo ''''cefprozil'''' e 19 do grupo ''''cefaclor''''). Houve erradicação de todos os patógenos ao final do tratamento. Cinco pacientes do grupo ''''cefprozil'''' e seis do grupo ''''cefaclor'''' apresentaram eventos adversos, um paciente do grupo ''''cefaclor''''interrompeu o estudo, por evento adverso. Ambas as drogas, cefprozil e cefaclor, mostraram eficácia e segurança no tratamento das infecções bacterianas de pele e estruturas cutâneas, com vantage, da dose única diária de cefprozil, que, com sua praticidade, resulta em melhor aceitação por parte dos pacientes.

Palavras-chave: CEFACLOR, CEFALOSPORINAS, INFECÇÕES BACTERIANAS

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações