Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 72 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Pitiríase versicolor em Manaus, Amazonas - Brasil


MARIA DO SOCORRO DE SOUZA FURTADO1, ANA CLÁUDIA ALVES CORTÊZ2, JERONILSON DE ALMEIDA FERREIRA2

1Pesquisador Titular
2Técnico Especializado

_Recebido em 23.10.96._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 23.4.97._ *Trabalho realizado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.*

Correspondência:
Maria do Socorro de Souza Furtado Alameda Cosme Ferreira, 1756 Manaus AM 69083-000

 

Resumo

FUNDAMENTOS - A pitiríase versicolor é micose superficial cosmopolita muito freqüente na região amazônica. OBJETIVOS - Estudar os aspectos epidemiológicos e micológicos da pitiríase versicolor na cidade de Manaus. PACIENTES E MÉTODOS - Trezentos e cinco pacientes com suspeita da micose foram avaliados e submetidos ao exame micológico. RESULTADOS - A idade variou de 2 meses a 75 anos; o tempo de evolução de 2 dias a 15 anos; e a maior incidência concentrou-se entre os adultos, com 66% dos casos, e a menor entre os pré-escolares e lactentes, com 3,5%. As mulheres estavam discretamente mais afetadas (56,72% dos pacientes) e a distribuição nas áreas corporais, em ordem decrescente, era: disseminada (31,50%), tronco (20,65%), braço e antebraço (13,75%), coxa ou perna (9,50%), face (8,85%), couro cabeludo (4,90%), axilas (2,9%), abdômen (1%), região retroauricular (0,70%), pés (0,50%), e mãos (0,50%). Ao exame micológico direto observou-se filamentos grossos, septados, retos ou curvos, e conídios arredondados, de paredes espessas. A observação microscópica das culturas em desenvolvimento evidenciou leveduras típicas. CONCLUSÕES - A pitiríase versicolor é muito freqüente no meio analisado, ocorre em todas as idades, em especial adolescentes e adultos. Em relação ao sexo, ambos são atingidos, sendo observada uma incidência discretamente maior entre as mulheres.

Palavras-chave: DERMATOMICOSE, LEVEDURAS, PITIRÍASE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações