Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 72 Número 4




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Doença de Darier com lesão mucosa: abordagem terapêutica com etretinato.


ALICE GRISI BACELLAR1, JANE MARCY NEFFA2, HELIO DUARTE2, ANA MARIA NUNES MENDONÇA3

1Pós-graduanda do curso de Especialização em Dermatologia.
2Professor Assistente da Disciplina de Dermatologia.
3Professora Adjunta do Departamento de Patologia.

_Recebido em 01.8.96._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 11.4.97._ *Trabalho realizado no Hospital Universitário Antônio Pedro. Universidade Federal Fluminense - UFF.*

Correspondência:
Alice Grisi Bacellar Rua Clarimundo de Melo, 446/502 Bl 2 Rio de Janeiro RJ 20740-323

 

Resumo

A doença de Darier é genodermatose autossômica dominante, porém, casos sem história familiar são comuns. Caracteriza-se por pápulas ceratósicas, principalmente na parte superior do tronco e no couro cabeludo, ceratoses punctatas palmares e distrofia ungueal. Os autores relatam um caso de doença de Darier com extensas lesões cutâneas, alterações ungueais e lesões na mucosa oral, que são raras. Realizou-se exame histopatológico em duas lesões, uma na região dorsal e outra na mucosa oral. O paciente foi tratado com etretinato na dose de 1mg/kg/dia (50 mg/dia) durante um mês, com excelente resultado. Inclui-se revisão da literatura.

Palavras-chave: CERATOSE FOLICULAR, ETRETINATO, MUCOSA BUCAL

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações