Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 80 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Risco de complicações durante a cirurgia dermatológica: protocolo das exéreses em fuso

Risk of complications during dermatologic surgery: protocol for excisional surgery


EUGENIO RAUL DE ALMEIDA PIMENTEL1, JULIANA PEDROSO DE OLIVEIRA2, LEILA DAVID BLOCH3, ANE BEATRIZ MAUTARI NIWA4

1Doutor em Dermatologia pela Universidade de São Paulo. Chefe do Ambulatório de Cirurgia Dermatológica do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
2Especialista em Dermatologia. Médica colaboradora do Ambulatório de Tumores do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas;Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo - (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
3Residente do terceiro ano de Dermatologia do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clinicas; Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo - (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
4Residente do terceiro ano de Dermatologia do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas; Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo - (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 08.10.2004. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 20.09.2005. Trabalho realizado no Ambulatório de Cirurgia Dermatológica - Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.

Correspondência:
Eugênio Raul de Almeida Pimentel Rua Humberto I, 398 - Vila Mariana 0418-031 - São Paulo - SP Tel./ Fax: (11) 5573-7377

 

Resumo

*Fundamentos*: A cirurgia dermatológica é prática comum no dia-a-dia do dermatologista, havendo portanto necessidade de estudos que demonstrem a segurança do procedimento. *Objetivo*: Criação de protocolo que avaliasse o risco de complicações durante e imediatamente após a cirurgia dermatológica, sobretudo em pacientes com co-morbidades clínicas. *Métodos*: Foram realizadas 860 exéreses em fuso no período de janeiro de 2001 a novembro de 2003, sendo todas protocoladas segundo algumas variáveis - como idade e sexo do paciente, tipo de lesão excisada, doenças associadas e uso de medicações, tamanho do fuso, tempo de cirurgia, tipo e quantidade de anestésico utilizado e aferição da pressão arterial -, correlacionando-as ao risco de complicações. *Resultados*: Dos 860 pacientes operados, 64,6% não apresentaram nenhuma complicação; 34,6% apresentaram elevação da pressão arterial sem repercussão clínica; 0,5% apresentaram sangramento importante que pôde ser controlado; dois pacientes apresentaram hipotensão arterial. *Conclusão*: A cirurgia dermatológica é muito segura, podendo ser realizada em consultórios ou ambulatorialmente, consistindo, na maioria dos casos, em procedimento pequeno e rápido, sendo o risco de complicações muito baixo.

Palavras-chave: PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATORIAIS, COMPLICAÇÕES INTRA-OPERATÓRIAS, PRESSÃO ARTERIAL

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações