Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 65 Número 3




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Pênfigo - Estudo de imunofluorescência em 40 casos observados no Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Pemphigus - Immunofluorescence studies in 40 cases seen at the University Hospital - Universidade Federal do Rio de Janeiro


JUAN MANUEL PIÑEIRO MACEIRA1, ANTONIO DE SOUZA MARQUES2

1Doutor em Medicina - Professor Adjunto da Faculdade de Medicina da UFRJ
2Livre-Docente - Professor Titular da Faculdade de Medicinha da UFRJ

Serviços de Anatomia Patológica e Dermatologia.

Correspondência:
Juan Piñeiro Maceira Serviço de Anatomia Patológica Hospital Universitário - UFRJ Cidade Universitária - Ilha do Fundão 21910 - Rio de Janeiro - RJ

 

Resumo

A análise de 40 casos de pênfigo estudados com exame histopatológico e de imunofluorescência direta e indireta no Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro revelou que o pênfigo foliáceo é ligeiramente mais frequente que o pênfigo vulgar na população atendida neste centro médico. A detecção de auto-anticorpos circulantes através da imunofluorescência indireta nem sempre é possível, principalmente nos pacientes com pênfigo foliáceo. Contudo, a imunofluorescência direta é exame altamente sensível para a confirmação do diagnóstico da doença, embora não se preste para a diferenciação entre suas principais formas com precisão. A subtipagem do pênfigo deve obedecer a critérios clínicos e histopatológicos. A concomitância de deposição de IgG e C, na substância intercelular da epiderme e na junção dermo-epidérmica é um achado laboratorial ocasional que pode ocorrer em qualquer das formas clínicas da doença.

Palavras-chave: PÊNFIGO, IMUNO-HISTOPATOLOGIA, IMUNOFLUORESCÊNCIA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações