Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

13

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

13

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 65 Número 6




Voltar ao sumário

 

Farmacologia clínica

Nitrato de isoconazol x tioconazol em micoses superficiais – Estudo multicêntrico

Isoconazole nitrate x tioconazole in skin fungal infections - A multicentre study


TANIA FERREIRA CESTARI1, CESAR DUÍLIO VAREJÃO BERNARDI2, NEWTON ALVES GUIMARÃES3, NEY ROMITI4, AMAURY JOSÉ DORINI5

1Médica Sanitarista da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul - Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre - Mestre em Dermatologia pela UFRJ
2Professor Adjunto de Dermatologia da UFRGS - Chefe do Serviço de Dermatologia da UFRGS - Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre
3Professor Titular de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia e da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
4Assessor Científico da Clínica Dermatológica da Universidade de Munique, Ludwig-Maximillian-Universitat - Professor Titular da Disciplina de Clínica e Patologia da Dermatologia da Faculdade de Ciências Médica de Santos
5Diretor Médico de Berlimed Produtos Químicos, Farmacêuticos e Biológicos Ltda - São Paulo - SP

 

Resumo

Observaram-se 97 pacientes com micoses superficiais, sendo 55 portadores de tinha da pele glabra e 42 de pitiríase versicólor, com diagnósticos confirmados por exame micológico direto e/ou cultura. A amostra foi dividida em dois grupos: um, com 47 pacientes, tratados com nitrato de isoconazol em creme a 1% e o outro, com 50 pacientes, tratados com tioconazol em creme a 1%, ambos em aplicação única diária por duas a oito semanas. Usaram-se como parâmetros de eficácia do tratamento a percentagem de regressão das manifestações clínicas, a opinião do paciente sobre o tratamento e a avaliação global do médico sobre os resultados. O nitrato de isoconazol mostrou 100% de regressão em 72.34% dos pacientes. Os casos onde a remissão foi igual ou superior a 75% somaram 97.87% com ausência de efeitos colaterais em 95.74% da amostra. O tioconazol promoveu a cura em 70% dos pacientes, sendo que os casos onde a regressão foi igual ou superior a 75% somaram 94%, com ausência de efeitos colaterais em 94%. Conclui-se que as medicações, em aplicação única diária, se equivalem em eficácia e tolerabilidade. O nitrato de isoconazol é recomendado, pois, como opção terapêutica efetiva, bem tolerada e de posologia cômoda.

Palavras-chave: TIOCONAZOL, NITRATO DE ISOCONAZOL, MICOSES SUPERFICIAIS

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações