Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 66 Número 2




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Estudo morfológico, subcelular e imuno-enzimático do leiomioma vascular bucal

Morphologic subcellular and immunoenzimatic study of oral vascular leiomyoma


MÁRCIA MARTINS MARQUES JAEGER1, RUY GASTALDONI JAEGER2, VERA CAVALCANTI DE ARAÚJO3

1Assistente da Disciplina de Patologia Bucal do Departamento de Estomatologia da FOUSP
2Professor Doutor da Disciplina de Patologia Bucal do Departamento de Estomatologia da FOUSP
3Professor Titular da Disciplina de Patologia Bucal do Departamento de Estomatologia da FOUSP

Trabalho realizado na Disciplina de Patologia Bucal do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FOUSP).

Correspondência:
Márcia Martins Marques Jaeger Faculdade de Odontologia - USP Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, Trav.4 BL 13 05508 - São Paulo - SP

 

Resumo

Foram estudados três casos de leiomioma vascular com enfoques histopatológicos, imuno-enzimático e subcelular, com a finalidade de fornecer subsídios para o seu diagnóstico. Histologicamente a neoplasia caractrizou-se pela proliferação de células fusiformes formando feixes entrelaçados a partir de espaços vasculares. Ao exame imuno-histoquímico as células fusiformes mostraram-se positivas para desmina e negativas para vimentina e fator VIII, caracterizando o mioblasto em replicação. O estroma da lesão, ao contrário, apresentou positividade apenas para vimentina, enquanto o fator VIII foi evidenciado somente nas células endoteliais. O estudo em M.E.T. confirmou a natureza muscular da célula neoplásica que apresentou-se bem diferenciada, com núcleo ovalado, presença de lâmina basal, às vezes descontinua, poucas mitocôndrias e cavéolas na periferia do citoplasma, além de microfilamentos e corpos de adensamento.

Palavras-chave: LEIOMIOMA VASCULAR BUCAL, NEAPLASIA BENIGNA, LEIOMIOMA, MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE TRANSMISSÃO

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações