Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 66 Número 4




Voltar ao sumário

 

Artigo de revisão

Cetoconazol e griseofulfina: quando esta, quando aquele?

Ketoconazole and griseofulvin: When this, when that?


MILTON SILOS MARCHI1

1Professor Adjunto de Dermatologia da UFJF - Mestre em Dermatologia pela UFMG

Correspondência:
Milton Silos Marchi Av. Rio Branco, 3725 36025 - Juiz de Fora - MG

 

Resumo

Após revisão das propriedades farmacodinâmicas e fungistáticas do cetoconazol e griseofulvina de estudos comparativos entre a eficácia de um e de outro medicamento no tratamento das dermatofitoses, concluiu-se ser a griseofulvina a droga de primeira escolha na terapêutica sistêmica dessas micoses sugerindo o cetoconazol como excelente opção nos casos de efeitos adversos ou contra-indicações de griseofulvina.

Palavras-chave: GRISEOFULFINA, DERMATOFITOSES, CETOCONAZOL

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações