Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 72 Número 6




Voltar ao sumário

 

Investigação

Curativo de hidropolímero para feridas crônicas: experiência clínica com pacientes num teste aberto em diversos centros de atendimento

A hydropolymer dressing for chronic wounds: clinical experiences with 478 patients in an open multicenter trial


UWE WOLLINA

_Recebido em 08.5.97._ _Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 25.7.97._ *Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia. Friedrich-Schiller - Universitãt Jena. 07740 Jena. Alemanha.

Correspondência:
Uwe Wolina Departament of Dermatology Friedrich-Schiller-University of Jena Erfurter Street 35 Jena 07740 Germany

 

Resumo

FUNDAMENTOS - Feridas crônicas são um problema freqüente. O tratamento convencional precisa ser otimizado para melhorar os resultados nos pacientes e a aceitação do manejo pelos mesmos. OBJETIVOS - A eficácia terapêutica de um novo curativo de hidropolímero (Tielle®) para pacientes com feridas crônicas deve ser investigado. MÉTODO - 478 pacientes com feridas crônicas (úlceras venosas das pernas, úlceras de decúbito e outras feridas crônicas) e com pelo menos um pré-tratamento anterior foram incluídos neste estudo de quatro semanas. Vários itens foram estudados incluindo percentagem de redução da área afetada, efeitos na granulação/epitelização/risco de infecção, manejo e aceitação. Foi um estudo aberto em diversos centros somente para pacientes ambulatoriais. RESULTADOS - Um percentual de fechamento das feridas de 29,8%e uma redução da área das feridas foi obtido em 98% dos casos. A redução média na área de ferida foi de 76,2%. A exsudação e o risco de infecção foram reduzidos (p<0,001). O manejo foi considerado melhor ou muito melhor em relação ao pré-tratamento em 90,5%. A aceitação dos pacientes melhorou em 86,2%. CONCLUSÃO - O tratamento tópico de feridas crônicas pode ser otimizado. O curativo de hidropolímero usado no presente estudo, revelou eficácia terapêutica, facilidade de manejo e melhor aceitação dos pacientes que apresentavam feridas de difícil tratamento.

Palavras-chave: ÚLCERA DE DECÚBITO, ÚLCERA DE PERNA, HIDROPOLÍMERO, CURATIVOS OCLUSIVOS, TERAPÊUTICA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações