Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 67 Número 5




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Incapacidades físicas em pacientes de hanseníase na faixa de zero a 14 anos, no Distrito Federal, no período de 1979 a 1989

Physical disabilities in leprosy patients in the 0 to 14 age group, in the Federal District, between the years 1979 and 1989


IZELDA MARIA CARVALHO COSTA1, ORCANDA ANDRADE PATRUS2

1Mestre em Dermatologia - Dermatologista do Hospital Universitário de Brasília - DF
2Professora Titular de Dermatologia da Faculdade de Medicina da UFMG

Resumo da Dissertação de Mestrado em Dermatologia - Curso de Pós-Graduação em Dermatologia da Faculdade de Medicina da UFMG.

Correspondência:
Izelda Maria Carvalho Costa SOS 207 - Bl. "D" - ap 105 70253 - Brasília - DF

 

Resumo

Um estudo retrospectivo foi realizado em relação à ocorrência de incapacidades físicas em 148 pacientes portadores de hanseníase, na faixa etária de zero a 14 anos, no Distrito Federal, no período compreendido entre 1979 e 1989. Procurou-se correlacionar as incapacidades com a idade, sexo, localização e formas clínicas da doença. A taxa de incapacidades foi de 11.49%. A faixa etária mais acometida por incapacidades foi a de 11 a 14 anos, com percentual de 82.35%. Houve predomínio em crianças do sexo masculino (58.82%). As mãos foram os locais mais acometidos pelas incapacidades com 71.42%. Houve correlação entre as formas clínicas da doença e a taxa de incapacidades físicas, indicando as formas multibacilares - com destaque para a forma dimorfa - como as que mais incapacitam.

Palavras-chave: INCAPACIDADES FÍSICAS, CRIANÇA, HANSENÍASE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações