Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

1

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

1

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 67 Número 5




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Tratamento da paracoccidioidomicose: estudo retrospectivo de 500 casos. I. Análise clínica, laboratorial e epidemiológica

Treatment of paracoccidioidomycosis: retrospective study of 500 cases


ANTONIO CARLOS FRANCESCONI DO VALLE1, BODO WANKE2, NURIMAR CONCEIÇÃO FERNANDES3, THIYEDIMO DE CASTRO PEIXOTO1, MAURÍCIO PEREZ4

1Médicos do HEC
2Pesquisador titular do HEC
3Professor Adjunto de Dermatologia (UFRJ)
4Médico Epidemiologista - Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (UFRJ)

Trabalho realizado no Hospital Evandro Chagas (HEC) - FIOCRUZ.

Correspondência:
Hospital Evandro Chagas Fundação Oswaldo Cruz Av. Brasil, 4365 21040 - Rio de Janeiro - RJ

 

Resumo

São analisados retrospectivamente 500 protocolos clínicos de pacientes com paracoccidioidomicose do Hospital Evandro Chagas, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro observados no período de 1960 a 1986. A amostra estudada consta de 466 homens e 34 mulheres com idades que variaram de quatro a 83 anos, tendo predominado a doença em adultos masculinos, entre 30 e 60 anos, que exerciam ou exerceram atividades na lavoura. Os órgãos mais atingidos foram mucosa, pulmões e linfonodos. Quanto à forma clínica, 465 casos do tipo adulto e 35 do juvenil, sendo neste tipo o sexo feminino proporcionalmente mais atingido.

Palavras-chave: TRATAMENTO, CLÍNICA EPIDEMIOLÓGICA, PARACOCCIDIOIDOMICOSE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações