Journal Information
Vol. 96. Issue 3.
Pages 387-388 (01 May 2021)
Visits
...
Vol. 96. Issue 3.
Pages 387-388 (01 May 2021)
Carta ‐ Caso clínico
DOI: 10.1016/j.abdp.2020.06.017
Open Access
Dermatoscopia de lesão crostosa: desafio diagnóstico e opção de técnica para análise
Visits
...
Agnes Carvalho Andrade
Corresponding author
dra.agnesandrade@gmail.com

Autor para correspondência.
, Marina Zoéga Hayashida, Milvia Maria Simões e Silva Enokihara, Sérgio Henrique Hirata
Departamento de Dermatologia, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text
Bibliography
Download PDF
Statistics
Figures (3)
Show moreShow less
Full Text
Prezado Editor,

Paciente do sexo masculino, 52 anos de idade, fototipo IV, com fotodano importante, queixava‐se de lesão dolorosa no tórax, com aumento progressivo nos últimos seis meses. Ao exame físico, apresentava placa eritematosa medindo 4×8cm, com crostas amareladas e bordas violáceas na região torácica anterossuperior esquerda (fig. 1). O exame dermatoscópico foi inconclusivo em razão da presença de crostas amareladas inespecíficas sobre a lesão (fig. 2).

Figura 1.

Placa descamativa em tórax anterossuperior.

(0.11MB).
Figura 2.

Dermatoscopia antes da remoção de crostas.

(0.22MB).

Após uso de compressas úmidas em solução salina, foi realizada a retirada cuidadosa das crostas. Para evitar contato com a superfície da lesão, foi realizada dermatoscopia de luz polarizada que demonstrou a presença de vasos glomerulares, sugestivos de doença de Bowen (DB) (fig. 3).1 Frente a esse quadro, optou‐se pela realização de biópsia excisional. O exame histopatológico confirmou DB.

Figura 3.

Dermatoscopia após remoção de crostas, demonstrando vasos glomerulares.

(0.11MB).

A dermatoscopia é importante no diagnóstico de lesões pigmentadas e não pigmentadas.1 Nas lesões não pigmentadas, o padrão vascular pode levar ao diagnóstico – o que não foi possível no caso relatado em razão da presença das crostas.

À dermatoscopia, a presença de crostas amareladas já foi descrita em 78,8% de 146 lesões de DB avaliadas, mas não é específica e apenas a presença de crostas não é critério suficiente para a realização do diagnóstico.2,3 Em lesões crostosas, a remoção das crostas pode favorecer a observação de outras estruturas dermatoscópicas que auxiliem no diagnóstico, embora deva ser realizada com cautela para evitar dano ao epitélio.

Suporte financeiro

Nenhum.

Contribuição dos autores

Agnes Carvalho Andrade: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; elaboração e redação do manuscrito; obtenção, análise e interpretação dos dados; participação efetiva na orientação da pesquisa; revisão crítica da literatura; revisão crítica do manuscrito.

Marina Zoéga Hayashida: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; elaboração e redação do manuscrito; participação efetiva na orientação da pesquisa.

Milvia Maria Simões e Silva Enokihara: Aprovação da versão final do manuscrito; elaboração e redação do manuscrito; participação efetiva na orientação da pesquisa; revisão crítica da literatura; revisão crítica do manuscrito.

Sérgio Henrique Hirata: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; elaboração e redação do manuscrito; obtenção, análise e interpretação dos dados; participação efetiva na orientação da pesquisa; participação intelectual em conduta propedêutica e/ou terapêutica de casos estudados; revisão crítica da literatura.

Conflito de interesses

Nenhum.

Referências
[1]
R.P. Braun, H.S. Rabinovitz, M. Oliviero, A.W. Kopf, J.-H. Saurat.
Dermoscopy of pigmented skin lesions.
J Am Acad Dermatol., 52 (2005), pp. 109-121
[2]
Y. Yang, J. Lin, S. Fang, S. Han, Z. Song.
What's new in dermoscopy of Bowen's disease: two new dermoscopic signs and its differential diagnosis.
Int J Dermatol., 56 (2017), pp. 1022-1025
[3]
N.M. Shakya, R.W. LeAnder, K.A. Hinton, S.M. Stricklin, R.K. Rader, J. Hagerty, et al.
Discrimination of squamous cell carcinoma in situ from seborrheic keratosis by color analysis techniques requires information from scale, scale‐crust and surrounding areas in dermoscopy images.
Comput Biol Med., 42 (2012), pp. 1165-1169

Como citar este artigo: Andrade AC, Hayashida MZ, Enokihara MMSS, Hirata SH. Dermoscopy of crusted lesion: diagnostic challenge and choice of technique for the analysis. An Bras Dermatol. 2021;96:387–8.

Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Copyright © 2021. Sociedade Brasileira de Dermatologia
Idiomas
Anais Brasileiros de Dermatologia

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools
en pt
Cookies policy Política de cookies
To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.