Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 74 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estudo do oncogene kras em neoplasias cutâneas na região Sudeste do Brasil

Kras oncogene analysis of non-melanoma skin tumors in Southeastern Brazil*


ANDRÉA ROSSIT1, FERNANDO COSTA2, ELOIZA HELENA TAJARA3

1Mestre em Genética
2Titular
3Titular. HEMOCENTRO-FCM, UNICAMP, Campinas - SP

Recebido em 26.11.98 Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 05.8.99. *Trabalho realizado no Departamento de Biologia. IBILCE-UNESP, São José do Rio Preto - SP.

Correspondência:
Andréa Rossit Departamento de Biologia, IBILCE-UNESP Rua Cristóvão Colombo, 2265 São José do Rio Preto SP 15054-000 "E-mail":fmrossit@zaz.com.br

 

Resumo

As neoplasias cutâneas são mais freqüentes na população de pele branca, e sua incidência tem crescido, especialmente nos países tropicais. Existem evidências de que a luz ultravioleta é importante fator etiológico e causa, ao DNA, dados que podem ser responsáveis por mutações em oncogenes e genes supressores de tumor. O oncogene _KRAS_ tem sido estudado em tumores cutâneos, e os resultados divergem quanto à freqüência com que ocorre mutado. Isso pode ser explicado pela epidemiologia molecular desses tumores em áreas geográficas com diferentes níveis de exposição solar. Esse trabalho propões investigar as mutações nesse oncogene em tumores malignos e pré-malignos provenientes da Região Sudeste do Brasil, área com altos níveis de exposição à luz solar. O DNA foi proveniente de oito ceratoses solares, 26 carcinomas basocelulares e 19 basocelulares espinocelulares, e os códons 12, 13 e 61 do oncogene _KRAS_ foram analisados pela técnica de PCR-SSCP. Contrariando estudos préviios, nenhuma mutação foi detectada nos códons 12, 13, enquanto dois carcinomas basocelulares e um espinocelular apresentaram padrões alterados para o códon 61 do oncogene _KRAS_. Esses dados sugerem que a ativação do oncogene _KRAS_ pode contribuir para a patogenia das lesões cutâneas no sudeste brasileiro.

Palavras-chave: ENVIRONMENTAL EXPOSURE., EXPOSIÇÃO A RADIAÇÃO, NEOPLASIAS CUTÂNEAS

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações