Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

15

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 72 Número 1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Granuloma facial: a propósito de dois casos


SILVIO ALENCAR MARQUES1, HAMILTON OMETTO STOLF2, LIGIA RENATA GIACON3, CLAUDIA V. B. CASTRO3, LUIZ ANTONIO BARSOTTI4, MARIANGELA ESTHER ALENCAR MARQUES1

1Professor Assistente: Doutor
2Professor Assistente
3Médico Residente
4Médico Dermatologista

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 27.9.96._ *Trabalho realizado nos departamentos de Dermatologia e Radioterapia, e de Patologia, da Faculdade de Medicina de Botucatú da Universidade Estadual Paulista - FMB-UNESP.*

Correspondência:
Silvio Alencar Marques Departamento de Dermatologia e Radioterapia Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP Botucatu SP 18618-000

 

Resumo

Granuloma facial é enfermidade relativamente rara, benigna e de comprometimento restrito à pele. Sua etiopatogenia não se relaciona com outras enfermidades sistêmicas granulomatosas e eosinofílicas, de eventual expressão cutânea. São relatados dois casos de pacientes adultos com lesões eritêmato-acastanhadas de localização facial. Dos tratamentos instituídos, os resultados mais consistentes foram obtidos com injecção intralesional com triamcinolona (Caso nº 1) e com laser de CO2 (Caso nº 2), este último método mostrando-se mais eficiente. Discutem-se as características histopatológicas e as opções terapêuticas mais utilizadas.

Palavras-chave: GRANULOMA EOSINÓFILO, TERAPÊUTICA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações