Compartilhar
Informação da revista
Vol. 94. Núm. 6.
Páginas 762-763 (01 Novembro 2019)
Visitas
...
Vol. 94. Núm. 6.
Páginas 762-763 (01 Novembro 2019)
Caso clínico
Open Access
Reativação simultânea por vírus varicela zoster e herpes simplex em idoso imunocompetente
Visitas
...
Miguel Costa‐Silvaa,
Autor para correspondência
miguelcostaesilva.dermato@gmail.com

Autor para correspondência.
, Joana Sobrinho‐Simõesb, Filomena Azevedoa, Carmen Lisboaa,c
a Departamento de Dermatologia e Venereologia, Centro Hospitalar Universitário de São João, EPE, Porto, Portugal
b Departamento de Patologia Clínica, Centro Hospitalar Universitário de São João, EPE, Porto, Portugal
c Departamento de Microbiologia, Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Porto, Portugal
Informação do artigo
Texto Completo
Bibliografia
Baixar PDF
Estatísticas
Figuras (2)
Texto Completo
Prezado Editor,

As infecções cutâneas pelo vírus herpes simplex (VHS) e pelo vírus varicela zoster (VVZ), ambos pertencentes à subfamília alfa dos herpes vírus, são relativamente comuns.1 Após a infecção primária, tanto o VHS quanto o VVZ permanecem latentes no tecido nervoso durante a vida e podem reativar.2 Foi demonstrado que o VVZ e o VHS podem permanecer latentes no mesmo gânglio nervoso.2 No entanto, a reativação simultânea do VHS e do VVZ é rara. Giehl et al. relataram que 20 (1,2%) de 1.718 pacientes com infecção por herpes vírus tinham infecção simultânea por VVZ e VHS.1

Um homem de 78 anos apresentou‐se à nossa clínica de dermatologia com múltiplas lesões vesiculares dolorosas localizadas no antebraço esquerdo e na mão esquerda (dermátomos C6-8) e região lombar esquerda (dermátomo T12), com quatro dias de evolução (figs. 1 e 2). Antes de nossa observação, o paciente havia sido tratado com valerato de betametasona tópico por três dias. O paciente não tinha antecedentes pessoais de relevo além de varicela na infância. Investigações laboratoriais revelaram um nível elevado de proteína C‐reativa de 1,2mg/dL, sugeriram uma leve reação inflamatória. Outros exames de sangue, inclusive níveis de imunoglobulina, vírus da hepatite B, vírus da hepatite C, vírus da imunodeficiência humana e sorologia para sífilis foram normais ou negativos. As IgG específicas para VHS‐1 e VVZ foram positivas, enquanto as IgM para VHS e VVZ foram negativas. O teste de reação da polimerase em cadeia em tempo real (PCR) detectou DNA de VVZ e VHS‐1 nas lesões do antebraço esquerdo e da mão esquerda e apenas DNA VVZ nas lesões lombares. Um curso de sete dias de valaciclovir 1000 MG 8/8h resultou em resolução completa das lesões.

Figura 1.

Lesões vesiculares múltiplas acometem o antebraço esquerdo e a mão esquerda.

(0,06MB).
Figura 2.

Lesões vesiculares múltiplas acometem a região lombar esquerda.

(0,05MB).

O VHS e o VVZ são vírus de DNA que compartilham alguns atributos biológicos, mas, ao mesmo tempo, diferem significativamente e essas diferenças podem explicar o motivo pelo qual a reativação simultânea é rara.1,3 Em pacientes imunocompetentes, a VHS é reativada várias vezes durante a vida, mas a reativação do VVZ geralmente ocorre apenas uma única vez.3,4 A probabilidade de reativação de VVZ aumenta com a idade, enquanto as recorrências de VHS diminuem com o avançar da idade, provavelmente devido à maturação da resposta imune.1,3 O VHS e o VVZ também diferem em sua capacidade relativa de reativar em resposta a estímulos que perturbam a função neuronal.3,4 O VHS parece ser reativado por fatores predisponentes, como exposição à luz UV, trauma, febre e estresse.3,4 Embora relatos descrevam indução de zoster após trauma e radiação, o VVZ não se reativa consistentemente em resposta a estímulos reconhecíveis.3,4

A reativação concomitante de VVZ e VHS é possível em pacientes imunocompetentes e imunodeprimidos, embora seja mais comum nesse último grupo.1 Pode ocorrer em diferentes locais do corpo ou no mesmo local, e parece ser mais comum naqueles com ≥ 50 anos.1 O herpes simplex pode preceder, apresentar‐se simultaneamente ou após as lesões cutâneas de zoster.1 O tratamento clínico deve ser iniciado como no protocolo zoster.2

Relatamos um caso de reativação simultânea de VVZ e VHS em um homem idoso imunocompetente sem história clínica de herpes simples, mas com evidência sorológica de infeção passada. A combinação de alta sensibilidade e especificidade, baixo risco de contaminação e velocidade tornou a tecnologia de PCR em tempo real um excelente método de teste para diagnosticar muitas doenças infecciosas.5 O sistema fechado de amplificação e detecção usado com PCR em tempo real praticamente elimina o risco de contaminação.5 Além disso, o gene alvo para a detecção de VHS e VVZ é diferente, elimina a possibilidade de reação cruzada.5 Em nosso caso, os resultados por PCR em tempo real foram fortemente positivos e, após a repetição, confirmaram o resultado. O teste de PCR tornou possível a detecção e identificação do DNA viral e esse conhecimento pode contribuir para o entendimento da fisiopatologia dessas infeções latentes.

A infeção simultânea com VVZ e VHS foi suspeitada devido à apresentação clínica atípica em nosso paciente. Os dermatologistas devem estar atentos para essa possibilidade, a fim de garantir o diagnóstico correto e o tratamento adequado.

Suporte financeiro

Nenhum.

Contribuição dos autores

Miguel Costa‐Silva: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; elaboração e redação do manuscrito; obtenção, análise e interpretação dos dados; participação efetiva na orientação da pesquisa; participação intelectual em conduta propedêutica e/ou terapêutica de casos estudados; revisão crítica da literatura; revisão crítica do manuscrito.

Joana Sobrinho‐Simões: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; participação efetiva na orientação da pesquisa; participação intelectual em conduta propedêutica e/ou terapêutica de casos estudados; revisão crítica do manuscrito.

Filomena Azevedo: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; participação intelectual em conduta propedêutica e/ou terapêutica de casos estudados; revisão crítica do manuscrito.

Carmen Lisboa: Aprovação da versão final do manuscrito; concepção e planejamento do estudo; participação efetiva na orientação da pesquisa; participação intelectual em conduta propedêutica e/ou terapêutica de casos estudados; revisão crítica da literatura; revisão crítica do manuscrito.

Conflitos de interesse

Nenhum.

Referências
[1]
K.A. Giehl, E. Müller-Sander, M. Rottenkolber, K. Degitz, M. Volkenandt, C. Berking.
Identification and characterization of 20 immunocompetent patients with simultaneous varicella zoster and herpes simplex virus infection.
J Eur Acad Dermatol Venereol., 22 (2008), pp. 722-728
[2]
D. Theil, T. Derfuss, M. Strupp, D.H. Gilden, V. Arbusow, T. Brandt.
Cranial nerve palsies: herpes simplex virus type 1 and varizella‐zoster virus latency.
Ann Neurol., 51 (2002), pp. 273-274
[3]
H.H. Park, M.H. Lee.
Concurrent reactivation of varicella zoster virus and herpes simplex virus in an immunocompetent child.
J Korean Med Sci., 19 (2004), pp. 598-600
[4]
C. Bergqvist, Y. Abi Aad, D. Nassar, S. El Zein, S.S. Kanj.
Disseminated herpes simplex virus and varicella zoster virus co‐infection in a patient with idiopathic thrombocytopenic purpura.
J Infect Public Health., (2018),
[5]
M.J. Espy, J.R. Uhl, L.M. Sloan, S.P. Buckwalter, M.F. Jones, E.A. Vetter, et al.
Real‐time PCR in clinical microbiology: applications for routine laboratory testing.
Clin Microbiol Rev., 19 (2006), pp. 165-256

Como citar este artigo: Costa‐Silva M, Sobrinho‐Simões J, Azevedo F, Lisboa C. Concurrent reactivation of varicella zoster virus and herpes simplex virus in an immunocompetent elderly male. An Bras Dermatol. 2019;94:762–3.

Trabalho realizado no Centro Hospitalar Universitário de São João, EPE, Porto, Portugal.

Copyright © 2019. Sociedade Brasileira de Dermatologia
Idiomas
Anais Brasileiros de Dermatologia (Portuguese)

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
en pt
Cookies policy Política de cookies
To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.